28 de novembro de 2013

O outro lado da maternidade!

Meu cantinho tá de cara nova,eu amei,layout feito pela Cibele Lima, recomendo muito paciente,simpática...
Bom fiquei um tempinho sem postar,preciso atualizar nossas aventuras...

A tempos quero fazer esse post,sobre o outro lado da maternidade ( o lado B) que quase não se fala.Quando me tornei mãe pela primeira vez,era uma adolescente sem muitas informações,ou melhor nenhuma,e também não tinha tanto acesso a internet como hoje em dia.Por sorte,no hospital aonde fiz meu pré-natal tinha o curso para gestantes,onde sempre ia eu e meu marido,deu pra aprender um pouco,apesar de ser mãe de 5,ainda estou aprendendo cada dia algo novo,ser mãe é descobrir que você não sabe tudo e viver em um eterno aprendizado...Mas por fim, pouco se fala do lado B da maternidade,dos desafios,das noites sem dormir,da culpa,das birras,choros intermináveis,da vontade de sair correndo que as vezes dá!
Diz o ditado que ser mãe é padecer no paraíso. Hoje eu realmente entendo o que isso quer dizer. É muito mais comum a gente ler por aí a parte do paraíso que diz respeito à maternidade: as coisas fofas que os bebês – e as crianças – fazem, as alegrias, as descobertas, o sentimento de amor infinito que invade os nossos corações, os sorrisos, as risadas. Até aqui mesmo no blog, eu sempre falo do lado bom de ser mãe. Mas o outro lado existe também,e a grande maioria não fala.
Antes, quero deixar bem claro: eu AMO meus filhos, AMO ser mãe, e não me arrependo das minhas escolhas. Pronto. Já cobri essa parte. O que não invalida o “padecer” que vem adiante.
Eu me sinto uma malabarista tendo que equilibrar um bebê,uma pequena notável com 2 anos e 9 meses,que está na fase espoleta,não para de aprontar,quer ser independente sem ter tamanho,um aventurador nos seus 5 anos,curioso,aprendendo a escrever,ler,descobrindo o mundo,um menino tranquilo de 7 anos que admira o pai e o irmão mais velho,e um quase pré- adolescente,com seus 9 anos,muito esperto,inteligente e companheiro,mas que algumas vezes esses 5 chora,brigam,respondem,desafiam,e mais uma casa pra limpar,cuidar,pq não tenho empregada,ou sequer uma diarista,aqui tudo sou eu,o fogão e a máquina,ah quase ia esquecendo o marido,que algumas vezes parece criança também, um trabalho ( pra quem não sabe trabalho com retrospectivas,e as pessoas imaginam ser a coisa mais fácil do mundo,como montar um vídeo no Movie Maker #sqn,é trabalhoso, demorado,fico dias e até sem dormir para poder montar um projeto) e além de tudo isso tenho meus blogs,páginas,face,grupos para atualizar...Eu como correndo,tomo banho correndo,como a maioria das mamães eu choro,enlouqueço...as vezes,ou melhor direto, tenho que dar uma de louca e soltar uns gritos,tenho que ser juíza e resolver as brigas,por de castigo,dar broncas!Briguinhas entre irmãos, que sim acontece,quase que de hora em hora, tem um monte de brinquedo,ninguém pega ai quando um resolve brincar todos querem e sempre o mesmo!
Depois que a gente tem um filho,tudo muda.Os primeiros meses quando o bebê nasce,são os mais complicados,é a gente tentando se ajustar ao bebê,e ele a nós,a dinâmica da casa muda,um bebê requer cuidados em tempo integral,então fica complicado e muito,não é fácil,muitas vezes me sinto sim uma mãe de merda.
Ser mãe é tudo de bom,maravilhoso,inexplicável,mas também tem uma parte bem difícil e chata, e você vai ver as duas coisas. Com certeza!”
Não é querendo assustar as futuras mamães,mas tem o lado B que ninguém conta,não é só o não dormir direito, mas é o não dormir, não comer, não tomar banho, não escovar os dentes, não fazer xixi.
E mais do que isso, tem ainda outra coisa muito importante, que tem horas que a gente simplesmente enche o saco. Que tem momentos que a gente secretamente se pergunta: Por que tudo tem que ser tão difícil? Por que tenho que estar passando por isso? Por que resolvi ser mãe?Ah sim, porque tem horas, que mesmo a mãe mais babona, apaixonada, dedicada e mimimi do mundo vai se fazer essa pergunta. Isso porque, sempre haverá um momento em que ela irá chegar no seu limite do cansaço e da paciência.
Eu sou a favor da amamentação,meu bebê está com 8 meses e ainda amamento,e amentei todos,mas dificilmente vc vê alguém postando que para algumas mamães a amamentação pode não ser tão fácil,pra mim sempre foi,meu primeiro filho nasceu e logo foi para o peito e não desgrudou,meu bico não rachou,não senti dor,e foi assim com os outros,Mas nem sempre é,podem ter N fatores que vão prejudicar e que talvez você não consiga amamentar como gostaria!
Agora me respondam, porque ninguém fala sobre esse lado?
De duas uma: ou querem proteger a futura mamãe do choque que está por vir ou vêem essa confissão como algo que as faz menos mãe.
Eu,acredito que a segunda alternativa é a verdadeira. Que a maioria das mães não mostra o lado difícil das coisas e não confessa que muitas vezes chega no seu limite da sanidade porque acha que fazendo isso irá descer no ranking que elege as melhores mães do mundo. E se tem uma coisa que toda mãe quer ser é a melhor.
Gente, está aí uma coisa ultrapassada, que podia funcionar no tempo das nossas mães e avós, mas hoje em dia não cabe mais.Estamos no tempo da sinceridade, do ser verdadeiro, do assumir suas falhas e fraquezas sem que isso nos faça menos importantes. Além do mais, hoje, muitas de nós não assumem só o papel de mães, mas também o de profissionais, de voluntárias, de pessoas engajadas na sociedade e por aí afora. Ou seja, quem disse que temos que ser perfeitas como mãe? Quem disse que não podemos confessar que uma hora cansa, que uma hora enche o saco, que uma hora temos vontade de fugir de casa para voltar uns três dias depois? Afinal, é difícil dar conta de tudo, é difícil assumir e conciliar todos os papeis que nos cabem nessa sociedade moderna.
Ter esses momentos de “putz, tô de saco cheio” não torna ninguém menos mãe. Só a torna humana. Porque vamos ser sinceras, alguém que vê na maternidade uma experiência maravilhosa, edificante, encantadora 100% do tempo, ou está mentindo, ou é de outro mundo. Só acredita que isso é possível quem nunca viveu a experiência de ser mãe.Se mais pessoas confessarem isso, em claro e bom som, tenho certeza que a culpa de muitas mães será amenizada.
Mas te garanto que apesar dos perrengues, dos momentos de loucura,entre choros,fraldas de cocô,casa pra arrumar,roupas pra lavar,não há como negar que o lado B, na grande maioria das vezes, desaparece da nossa memória quando o lado A abre aquele sorrisão!
Por isso mamães e futuras,não tenham vergonha nem se sintam menas mãe por confessar esse outro lado!




26 comentários:

  1. Olá,
    tudo bem?
    Vim conhecer teu cantinho e adorei, já estou seguindo e curtindo!!!
    Passa lá no meu qndo quiser será muito bem vinda
    Beijinhos
    Estou Crescendo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi tudo sim,obrigada,já estou indo lá,bjos

      Excluir
  2. Carol amei este post, amei sua sinceridade, menina pensei que era única que passava por essas coisas, pois a maternidade nos blogs é tudo tão lindo que penso será que essas coisas só acontece lá em casa.

    Adorei o visual do blog

    Tri-beijos Desirée
    http://astrigemeasdemanaus.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade amiga não todas passamos sendo mãe de 1 ou 10 é tudo igual,kkk que bom que gostou,bjos

      Excluir
  3. Nossa Carol, não deve ser fácil ser mãe de 5. Ainda mais porque não são escadinhas, tem um menino já grande e um bebê, necessidades diferentes.

    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é quase uma escadinha amiga eles tem diferença de 2 anos quase 3, o mais velho tem 9,ai vem o de 7,5a Myrella de 2 e o baby de 8 meses porém cada um está numa fase diferente,tento ser presente o máximo,mas tem dias que é complicado,apesar que meu bebezinho é bem tranquilo,os meninos tb,a Myrella é que está na fase de aprontar,mexer onde não pode kkk,bjos

      Excluir
  4. é Carol poque não falar do lado B
    que não é fácil, ser mãe é maravilhosa
    mas trabalhoso, cansativo
    sim muitas vezes a paciência se vai
    mas logo volta, as perguntas vem
    depois nos restabelecemos
    com certeza esses momentos
    é normal pois somos humanas
    amei o relato

    lindo o novo visu
    bjs

    Ser Mamãe Pela Segunda Vez
    Google+Nanda

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade quis relatar esse lado que a gente nunca fala,para que outras mamães sobe-se que nem tudo é lindo cor de rosa,mas que no final tudo compensa,bjos

      Excluir
  5. Oi Carol aqui em cas também é uma loucura sou mãe de 5 e sei bem o que passa. Tudo é muito intenso... mais como disse, nada melhor do que aquele sorriso, um mamãe vc é linda ou eu te amo.
    Bjs e já estou seguindo
    http://soumaedecinco.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. verdade amiga nada melhor que um sorriso deles,a gente esquece tudo,bjos

      Excluir
  6. Oi Carol tudo bem...
    Ser mãe tem um lado bom e outro ruim...
    Mas é uma coisa que não podemos fugir da nossa realidade
    Ser mãe de 5 deve ser mais agitado ainda
    Mas enfim...No final dar tudo certinho rss
    Já seguindo aqui
    Bjkas
    Leteia Bispo – Segredos da Luma

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sim e como é agitado,graças a Deus tenho filhos tranquilos,não são de fazer birras,mas tem aqueles momentos de loucura,bjos

      Excluir
  7. Tudo na vida de seus lados né rsrs Aqui as vezes eu piro com o Davi.... perco a paciência, choro, grito, choro pq gritei com ele... rsrs

    diariodematernidade.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim sempre tem dois lados,mas o lado bom é o que fala mais auto sempre,bjos

      Excluir
  8. Amei o visual novo do blog, parabéns!

    Conseguiu definir bem o que é ser mãe, parabéns, me identifiquei muito com o seu texto.

    Bjos*

    http://prioridadedemae.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. O trabalho da Cibele ficou muito lindo.
    Ser mãe é tarefa pra guerreiras mesmo!
    E eu adoro!

    ResponderExcluir
  10. Eu adorei seu post, desabafo verdadeiro e que muitas mães acredito eu tenha vontade de fazer
    Tenho dois filhos mas também passo por isso, há momentos que quero fugir.
    Acho que tudo isso acontece porque somos muito sobrecarregadas de coisas, a fazeres e quase não temos tempo pra nós, não temos tempo de ficarmos a sós. Mas nada disso tira nosso merito de mãe.
    Bjs Carlah Ventura - Intensa Vida

    ResponderExcluir
  11. Realmente Carol, ningúem nos conta sobre o lada B, que é díficil sim, e ser mãe não é puramente maravilhoso. Claro que é o melhor papel do mundo mas tem seus desafios!
    Adorei o post, super verdadeiro!
    Bjos
    Tatty Nunes - Mãe de Primeira Viagem

    ResponderExcluir
  12. Vc tem todo razão Carol, claro que nem sempre a gente estar com aquele sorrisão no rosto por causa deles, no inicio amiga não foi facil pra mim não, chorei muito, senti muitas dores, mais depois foi amenizando mais, mais sei que pra vc que é mãe de cinco deve estar estressada por eles estarem em fases diferentes, eu com um ja fico doidinha, as vezes tenho q sair correndo parar o que estou fazendo pra ver ele, não é facil mesmo essa vida de mãe.
    E olha que tem essas adolescentes que acha que é um mar de rosas colocar um filho no mundo.

    Espero que as coisa se acalmem por ai
    Bjinhos

    mamaenathan.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. SER Mãe Maravilha é tudo de bom. Desafio todo dia e não tem hora marcada.
    Lindo layout.
    Ficou a sua cara.
    Amei.
    Bju

    ResponderExcluir
  14. Nossa Carol .. imagino que não deve ser mesmo nada fácil .. eu com uma só as vezes me pego louca ... que dirá vc com 5 ... porém entre momentos de total tempestade e tormenta, vem os momentos doces que a gente se derrete por inteira né .. tudo mesmo é uma questão de rotina e persistencia .. não tem outro caminho ...

    Beijos e Bom domingo pra vcs!

    Roberta e Luma
    http://princesaluma.blogspot.com.br/
    http://motivosparaestareserfeliz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Olha a maternidade é realmente como diz aquele velho ditado...
    Todo dia é uma surpresa, todo dia serviço, todo dia bagunça e nem todo dia estamos tão disposta pra encarar tudo isso, mas relaxa e fala mesmo, precisamos mostrar a realidade da Maternidade, mas apesar de tudo não tem como dizer que é o melhor de nossas vidas.
    Amei o layout, bjs
    Te seguindo e curtindo

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...